Como voltar de uma viagem sem dívidas?

Atualizado: há 3 dias

Opa, você já comprou sua passagem, reservou seu hotel e também os seus passeios!



Aliás, alguns passeios são mais baratos comprados online com antecedência (mas você já sabe isso, porque já aprendeu que pesquisa é tudo, né?), e além disso, comprar online faz com que você evite perder tempo em filas ou encontre a atração esgotada!

Não deixe de fora seu Seguro Viagem e seu Chip de internet (especialmente em viagens internacionais)! Já contrata logo!


Isso já te dá uma boa ideia dos seus gastos nessa viagem!


MASSS...

Sempre tem outros gastos: alguns previsíveis (como alimentação) e outros não!


As vezes ao chegar ao destino você descobre uma atração nova ou diferente que você não tinha ouvido falar mas se interessou... muita gente gosta de fazer comprinhas em viagens... pode acontecer algum imprevisto como uma mala quebrar, e por aí vai!

O que EU faço, nas minhas viagens é o seguinte:


• Busco já juntar dinheiro destinado à viagem com antecedência e sempre que posso pago à vista os gastos fixos iniciais (aéreo e hospedagem). Caso não seja possível, tento parcelar de forma que as parcelas acabem ANTES da data do meu embarque. Assim quando eu voltar, não tenho que continuar pagando uma viagem que já fiz e posso começar a pensar na próxima.

• Já defino com antecedência um valor diário para gastar com alimentação e faço um balanço: se fiz um almoço em um restaurante mais caro, busco algo mais barato para a janta, sempre buscando ficar dentro do orçamento.

• Já defino também um valor X destinado a compras, lembranças, etc: isso me ajuda muito a não passar dos limites com o que eu posso gastar! Sempre me faz pensar mais antes da compra e não comprar por impulso, pois se eu gastar tudo de cara e ver algo legal depois, não vou poder comprar.

• Evito o uso do cartão para coisas supérfluas ou desnecessárias e uso mais como uma “emergência”. Especialmente em viagens internacionais, pois você está sujeito a cotação do dia da moeda, paga iof e além disso, se você sai passando tudo no cartão, pode “não sentir” os gastos e ter uma surpresa quando ver a fatura! A menos que você seja uma pessoa que tenha bom controle dos gastos, e queira usar o cartão por uma estratégia de ganho de pontos/milhas (mas isso é ooooutro papo)!


Tente sempre se manter no seu orçamento e evitar gastos impulsivos! Com planejamento e organização, você consegue voltar de uma viagem sem fazer dívidas enormes no cartão!


Eu sempre tento ponderar os gastos para não estourar o orçamento porque isso me ajuda a viajar mais! Se eu exagerar nos gastos de uma viagem e ficar enrolada para pagar as faturas, vai demorar mais tempo para que eu possa fazer outra! Ou isso pode impactar no meu dia a dia depois!


Então se seu orçamento é mais apertado, você deve definir o que é prioridade para você! Afinal, sua viagem tem que ser especial e inesquecível PARA VOCÊ!


As vezes as pessoas gastam caro em passeios ou restaurantes que nem interessam a ela, porque são tidos como “imperdíveis”! Esquece isso! E foque no que faz sentido PARA VOCÊ!


Se para você o importante é a gastronomia, deixe um valor maior para comer em bons restaurantes e diminua os gastos com compras, por exemplo.


Se para você o mais importante são as experiências e os passeios, não tenha pena de pagar um passeio mais caro! Em vez de deixar de fazer um passeio caro que você quer muito, deixe para ficar num hotel mais barato e economize nas refeições.


E dessa forma você consegue organizar seus gastos dentro do seu orçamento para fazer o que é realmente importante para você naquela viagem!


Lembre-se que o amanhã sempre chega e a fatura do cartão também! E que os juros não tem pena de ninguém!

Planejando a próxima trip?

Seguro Viagem:

SEGUROS PROMO 

Chip Internacional:

BRASIL ROAMING

12924477_1124827844234374_77690089485757

Camila Almeida

Psicóloga e Viajante