Grand Celebration

Nunca tinha feito um cruzeiro e tinha muita vontade de ver como era...

Já estava de passagens compradas pra Florida quando decidi pesquisar cruzeiros para as Bahamas!




Vi várias opções e acabei decidindo pelo mini cruzeiro Grand Celebration de três dias apenas da linha Paradise Cruise.


Por quê esse? Bom... primeiramente porquê já tinha comprado o aéreo e minha viagem não ia ser muito longa (dez dias no total), então eu realmente buscava algo mais curto para ter a experiência de um cruzeiro, conhecer as Bahamas, mas ainda sobrar tempo pras meus passeios e comprinhas em Miami.


Além disso, esse mini cruzeiro tinha uma grande vantagem: saia cada dia sim, dia não!


A maioria dos cruzeiros maiores tem poucas datas de saída por mês: para você reservar por conta própria, deve primeiro ver a data, reservar o cruzeiro e aí sim pesquisar as passagens aéreas que atendam essas datas. O segundo motivo é por que foi o mais em conta que encontrei: saiu por 699,00 dólares para mim e para minha mãe com as taxas inclusas. Visto que o dólar está lá na casa do chapéu, procurei opções que me trariam a experiência que eu queria, num preço razoável, que não fosse pesar tanto no bolso!


Visão geral:

De uma forma geral gostei do cruzeiro... o quarto era confortável e não era apertado (superou expectativas), era tudo muito limpo, o pessoal que trabalhava lá sempre simpático e atencioso, tinha muitas atividades acontecendo todo o tempo, a limpeza não deixou a desejar e a comida era bem gostosa e farta! O visual foi super lindo e o passeio em terra foi bem legal.

Masss..... percebi que cruzeiro não é bem a minha praia. Não por ser um navio: eu não senti qualquer tipo de enjoo ou tontura, parecia que estávamos parados pra mim. Muita gente reclama disso, mas não senti nada! O meu problema mesmo foi com uma vibe "excursão" que tinha. Essa coisa de hora pra comer.. hora pra entrar, hora pra sair, hora pro show, hora pra isso e aquilo, atividades em grupo... isso não é muito minha praia! Gosto de fazer as coisas sozinha e no meu tempo. Tinha muitas atividades no navio para interação: concurso de dança, quiz, brincadeiras, etc... e eu, particularmente, não sou fã dessas coisas e não quis participar. Assisti algumas e realmente não é meu tipo de diversão!

Tudo bem que você não é obrigado a participar, e tem outras opções de diversão como piscina, jacuzzi, cassino, etc... mas de qualquer forma tem coisas que você não consegue escapar, como fazer as refeições no mesmo horário x com um salão super lotado.


Outra coisa que não deu pra escapar: a excursão em terra. O cruzeiro sai em um dia a tarde... chega pela manhã seguinte nas Bahamas... sai das Bahamas a tarde e chega no dia seguinte pela manhã de volta na Florida.




Ou seja, temos apenas um dia nas Bahamas para aproveitar. É oferecido diversos tipos de excursões: nadar com golfinhos, caiaque, mergulho de snorkel, dia de compras nas Bahamas e sabe mais lá o que! A excursão não é obrigatória, você pode ficar por conta própria, mas do porto até a cidade e as praias é uns 20km. Não dá ir caminhando.. então, se escolher ficar por conta própria, fica à mercê dos preços dos taxistas locais..e o tempo é curto! Acaba que vale mais a pena escolher uma das excursões (não dá pra curtir tudo em um dia, tem que escolher), que o próprio cruzeiro vai providenciar transporte pra te levar, buscar, entradas e tudo mais.

Eu escolhi um day use resort Grand Lucayan: podemos usar a área de lazer do hotel durante o dia... piscina, jacuzzi, spa, banheiro, chuveiro, cadeiras, guarda-sol... não foi barato, mas quem tá na chuva, é pra se molhar! Talvez nao tivesse conseguido aproveitar o dia tao bem se estivesse por conta própria, nesse caso. Mas volta a essa coisa que eu não curto de excursões: hora pra sair, hora pro ônibus, fila, todo mundo junto subindo, descendo, etc.


No geral, gostei da experiência, do cruzeiro em si... do atendimento... das condições do navio... do dia lindo nas Bahamas, quanto a isso, não tenho do que reclamar! Só realmente não é meu tipo preferido de viagem! Com certeza recomendo o Grand Celebration pra quem como eu também tem curiosidade de ver como é um cruzeiro.. pra quem quer curtir essa experiência mas não tem muito tempo nem tanto dindin assim pra desembolsar! É um jeito legal de conhecer um lugar a mais em conjunto com suas férias nos Estados Unidos!


O ITINERÁRIO:

Saia dia 29/05 do Porto de Palm Beach as 18h

Chegava dia 30/05 em Grand Bahamas as 7h

Saia dia 30/05 de Grand Bahamas as 18h

Chegava dia 31/05 em Palm Beach as 7h

Ou seja, duas noites no navio... um dia em terra nas Bahamas. O embarque começava as 13h do dia 29/05... e entrando cedo, já dá pra ir curtindo o navio mesmo antes de sair.

O EMBARQUE:



Filas e mais filas:

Primeiro tinha uma fila do lado de fora do porto de Palm Beach para apresentar sua reserva e passaporte.

Ai você entrava e tinha uma fila para revista sua e das malas, como num aeroporto...

Depois, você ia pra uma fila pra deixar as malas com os carregadores.

Ai você sobe uma escada e vai pra fila do formulário no qual você preenche seu cartão de crédito e autoriza qualquer cobrança extra do cruzeiro que você tenha lá dentro. Dessa forma, apenas usando a carteira do cruzeiro você pode consumir lá dentro, deixando seu cartão ou dinheiro no cofre ou na mala em sua cabine!

Uma vez preenchido, você vai pra fila do check in... onde apresenta de novo os passaportes e recebe seus cartões do cruzeiro, que são seu passaporte enquanto a bordo, uma vez que eles retém seu passaporte até o dia da volta.

Aí você vai pra uma fila de fotos: eles tiram algumas fotos suas e da sua família em um fundo verde, depois editam com o cruzeiro ao fundo e as fotos ficam disponíveis para venda no navio. 19 dolares uma foto individual, mas você pode escolher fazer um ensaio, no qual o fotógrafo vai tirar diversas fotos da sua experiência no barco e depois pegar um pen drive no valor de 120 dólares. Achei o preço salgado, mas tinha muitas famílias fazendo o ensaio.

Aí então tem uma fila no qual eles te explicam e oferecem as excursões em terra, nas Bahamas... o que, claro, é cobrado por fora. Você não é obrigado a escolher nessa hora, mas algumas pessoas já aproveitam pra fechar algum pacote.

Depois disso, tentam te oferecer reserva no restaurante pago, que não está incluso no pacote.

Passei essa também.


Por fim, você entra na fila pro embarque...

UFA!

Assim que você entra no navio, tem pessoas te oferecendo mais pacotes por fora: pacote de bebida alcoolica e pacote de refrigerante. No caso do refrigerante você pagava 21 dólares por uma caneca térmica e tinha direito a beber a vontade durante todo cruzeiro. A bebida alcoólica não era assim, era um pacote no qual você pagando adiantado por vários drinks, tinha um preço melhor do que pedir individualmente no bar.

Fiquei me perguntando se era assim em todos os cruzeiros: gente te empurrando pacotes e pacotes extras todo o tempo. Ou se isso se dava ao fato desse cruzeiro ser mais curto e de menor valor e eles quererem ganhar o por fora!


A CABINE:



Esperava um quarto bem apertado, mas não achei! Você entrava, tinha armário razoavelmente grande com cofre.. um banheiro bem arrumadinho e equipado, que não era minúsculo, no chuveiro tinha sabonete e shampoo na parede... uma cama de casal grande e confortável, duas camas de solteiro na parede para abrir caso você esteja em maior número, tv, ar condicionado, mesinha, cadeira, telefone... bem legal! O meu não tinha janela... mas se você quisesse um quarto com vista pro mar, custava mais 40 dólares cada. Pensei que talvez quisesse um quarto com vista pro mar num cruzeiro de maior tempo, que fosse curtir mais tempo no próprio navio, no entanto achei que isso seria irrelevante num cruzeiro tão curto e que no único dia inteiro estaríamos em terra nas Bahamas.


COMIDA E RESTAURANTES:



Tinha 3 restaurantes à bordo: dois estavam inclusos no pacote normal, sendo um self-service e outro a la carte. O terceiro tinha que ser pago por fora e necessitava reserva.

Comi um dia em cada um dos inclusos no pacote e foi muito gostoso! O self-service tinha uma boa variedade de comidas e sobremesas, e te permite comer mais rápido e ir aproveitar o restante da programação do cruzeiro.

Na noite que jantamos no a la carte, o jantar em si foi um evento: um salão chique, com piano tocando, mesas super arrumadas, entrada, salada, prato principal e sobremesa, servidos quando todos da mesa já tivessem acabado o anterior. E quando digo "todos" da mesa é porque eles te acomodam em mesas com outros hóspedes. No meu caso estava eu e minha mãe e ficamos numa mesa com um casal canadense que estava em lua de mel. Confesso que isso é um pouco estranho... e pode ser desconfortável dependendo de com quem você divida a mesa. Graças a Deus o casal foi muito simpático, conversamos um pouco durante o jantar depois de quebrar o gelo.

Além disso, tinham duas lanchonetes que durante o dia serviam hambúrguer, batata, crepe, pizza, cachorro quente a vontade... caso batesse uma fominha fora da hora das refeições. Quanto às bebidas, café, chá, água, limonada, nestea e suco de pêssego estavam liberados e inclusos. Refrigerante e bebidas alcoólicas eram por fora.

Posso dizer que a comida estava gostosa... e tinha bastante fartura!



PISCINAS E JACUZZIS:



A área da piscina principal não era muito grande. Em volta sempre tinha música ao vivo ou dj... teve concurso de dança e outras atividades desse tipo. Além da piscina tinha umas espreguiçadeiras para tomar sol. Bem em frente uma lanchonete servindo hambúrguer, batata e cachorro quente o dia todo, além de sorvete a vontade. Em outros pontos do cruzeiro tinham piscinas menores e jacuzzis, que fechavam apenas as 22h.


LAZER:



No mais, o navio contava com um cassino, um teatro com apresentações de dança, stand up comedy, show de mágica, etc... pista de dança com bandas ao vivo, karaoke, atividades de interação em grupo... realmente tinha bastante opção de entretenimento a bordo!


EXCURSÕES:



Day use no Grand Lucayan: foi o que eu escolhi fazer no meu dia livre nas Bahamas. Custou 42 dólares por pessoa... o ônibus nos pegava no porto (cerca de 20km de distância do hotel), foi fazendo um tour pela cidade e contando a história das coisas e o que era o que. Nos deixou no hotel... onde pudemos desfrutar durante o dia da área externa de lazer: piscinas bem de frente pra praia, jacuzzis, spa, cadeira de praia, guarda-sol, etc.

Foi um dia bem aproveitado, curtimos a piscina, a praia, demos uma volta no centro comercial que ficava poucos minutos a pé. Depois o ônibus nos buscou de volta e levou ao navio. O ônibus saiu as 10h da manhã do porto e para voltar tinha diversas opções: 13h, 14h, 15h e o último as 16h. Quem estava por conta própria também deveria retornar o navio 16:30 mais tardar. Não achei barato, li na internet que o day use no hotel, comprado na hora custa 20 dólares por pessoa... mas aí teríamos que dar nosso próprio jeito de chegar e sair de lá, e eu não tinha muita ideia de quanto sairia esse transporte de tax, pois tudo que é turístico assim costuma ser superfaturado. Pensei que de repente ficaria elas por elas e ainda ia ter o aborrecimento de correr atras de tudo na hora com um tempo curto, então paguei o preço do conforto e do seguro. Fora isso, eles ofereciam opções de nadar com golfinhos (até queria, mas 150 doláres por 20 a 30 minutos de interação numa piscina não achei muito convidativo), caiaque, stand up, mergulho de snorkel, etc.



Enfim! Foi uma experiência legal e inesquecível... fazer um cruzeiro com minha mãe foi realizar um sonho antigo... vimos paisagens lindas, comemos bem, nos divertimos, demos muitas risadas, passamos um dia muito agradável nas Bahamas com um visual incrível, uma praia muito gostosa pra relaxar... valeu a pena o tempo e a grana que gastamos por lá!

E você, tem experiência em cruzeiros? Conte aqui nos comentários pra onde foi e como foi!

Planejando a próxima trip?

Seguro Viagem:

SEGUROS PROMO 

Chip Internacional:

BRASIL ROAMING

12924477_1124827844234374_77690089485757

Camila Almeida

Psicóloga e Viajante