NÃO EXISTE ESTUPRO CULPOSO


Ahh, “MAIS UM POST DE ESTUPRO CULPOSO”, você pode pensar.


Não precisa ser mulher pra ver o quão frustrante foi esse caso, independente desse ter ou não sido o termo usado na sentença. Mas queria ampliar a discussão aqui!


Quando eu digo que viajo sozinha, muitas mulheres me perguntam “e você não tem MEDO?”


Eu sei o que elas querem dizer com isso.

O medo em questão, quando essa pergunta vem de uma mulher, raramente se refere ao medo de se perder ou não conseguir se comunicar em outra língua.


Elas querem saber se sendo uma MULHER eu não tenho medo de sofrer algum ataque, abuso, violência estando sozinha, longe de casa, em um outro país, portanto, MAIS VULNERÁVEL. E digo “mais” vulnerável porque muitas vezes as mulheres não estão seguras nem dentro de suas próprias casas.


A questão não é se eu tenho medo ou não, e sim como eu lido com esse medo. Porque ser mulher é aprender a lidar diariamente com esses “medos”.


Eu vou mentir se disser que não tenho medo. E se algo acontecer comigo sei que sempre vai ter um espírito de porco pra dizer “mas também, quem mandou viajar sozinha”?


Parece que não somos seres livres e independentes.

Pois acontece que eu não deveria ter que precisar de um homem do lado 24 horas ou andar em bando pra ser respeitada e me sentir segura, em nenhum lugar do mundo!


Sei que riscos existem, mas em vez de não me permitir viver, eu tento achar outras formas de minimizá-los, aqui vão algumas dicas que eu pratico nas viagens solo:


• chip internacional para estar sempre conectada e poder me comunicar

• mantenho a família e amigos atualizados dos meus planos e roteiros

• não posto onde estou em tempo real (vai que tem um stalker rs)

• procuro estar sempre lugares movimentados

• sempre observo o que está acontecendo ao redor

• pesquiso muito a localização do hotel

• não bebo durante as viagens (no máximo um copo em alguma refeição ou degustação)

• não aceito caronas ou ajudas de estranhos


Mais alguma dica em mente?


Compartilha aqui com outras mulheres para ajudarem a se proteger... porque aparentemente quando o pior acontece, nem a justiça está do nosso lado, e a culpa acaba sendo sempre da vítima.

Planejando a próxima trip?

Seguro Viagem:

SEGUROS PROMO 

Chip Internacional:

BRASIL ROAMING

12924477_1124827844234374_77690089485757

Camila Almeida

Psicóloga e Viajante